7 dicas infalíveis para cortar gastos e manter as contas em dia

Fazer o salário render o mês inteiro é possível e pode ser mais fácil do que você imagina. Por isso, para te ajudar nesta missão, reunimos 7 dicas infalíveis para organizar as finanças, avaliar quais hábitos estão te atrapalhando, onde e se é possível cortar gastos e até mesmo identificar quanto você pode separar mensalmente para realizar investimentos.

Confira:

1. Faça um orçamento familiar

O primeiro passo para cortar gastos é identificar onde e como sua renda está sendo gasta. Para isso, monte uma planilha financeira indicando o montante que entra no caixa todo mês e como este valor é utilizado: escola, casa, alimentação, etc.

Isso pode ser feito no papel, a mão mesmo. Mas, se quiser facilidade e uma ajuda na análise de seus dados, faça sua planilha em programas como o Excel ou em um dos inúmeros aplicativos disponíveis para celulares, que organizam automaticamente os lançamentos de acordo com o tipo de gasto, e ainda os expõe em forma de gráficos e relatórios.

Separe os gastos da seguinte forma:

  • Essenciais: água, luz, gás, educação, alimentação, moradia;
  • Supérfluos: lazer, roupas, automóvel;
  • Dívidas, se as possuir, com os respectivos juros. Ou ainda mais detalhado, se assim achar melhor. É importante contabilizar até os centavos nessa conta para conseguir um acompanhamento real das despesas do lar.

[+] Leia também: Prejuízos de ter o nome sujo

2. Identifique as maiores despesas

Com este controle, você saberá se de fato está com as finanças em dia, quais despesas requerem mais recursos e se seu dinheiro está sendo utilizado da melhor forma. Ainda é possível avaliar em quais gastos é possível economizar.

Em um orçamento financeiro ideal, metade de sua renda deve ser para os gastos essenciais. Esta necessariamente deve ser sua maior despesa.

Do restante, 1/3 deve ser destinado ao pagamento de dívidas ou investimento, dependendo do momento financeiro em que você está. E os 2/3 que sobraram podem ser usados para os gastos supérfluos.

Se seu orçamento está muito diferente disso, talvez seja a hora de rever as contas e cortar quaisquer excessos.

Banner Nome limpo - pagar divida

3. Elimine desperdícios para cortar gastos desnecessários

Separe as contas da casa em cada uma das categorias. Você já sabe quanto quer gastar em cada uma delas. Por isso, analise se você está usando o que paga pelo serviço. Na conta de celular, por exemplo, todos aqueles minutos de ligação ou franquia de internet são realmente usados? Às vezes é hora de procurar por outro pacote. A mesma análise vale também para a TV a cabo: será que todos aqueles canais são mesmo necessários?

Se não é aproveitado, é desperdício. Então é hora de cortar!

Isso vale também para o comportamento das pessoas da casa. Nada de banhos longos demais, escovar os dentes com a torneira ligada o tempo inteiro, eletrônicos que não são desligados da tomada ou luzes acesas quando não tem ninguém no cômodo.

Ao ir ao supermercado, lembre-se de ser objetivo e fazer uma lista. Nada de comprar por impulso aquilo que não há necessidade. Além disso, opte por porções que atendam aos seus hábitos. Se mora sozinho, escolha o pacote de pão de forma com menos fatias, por exemplo.

Se não pode almoçar em casa, descubra restaurantes bons e mais baratos próximos do seu trabalho. Se tiver possibilidade, tente preparar você mesmo a sua refeição em casa e levar para o serviço. É mais uma forma excelente de cortar gastos. Além disso, você pode optar por uma refeição mais saudável.

4. Reveja hábitos de consumo

Do que você separou como gastos supérfluos, elimine o que você não faz realmente questão, aquilo que pode viver sem. Além disso, reavalie se o local onde você realiza compras é o melhor para isso. Existem boas formas alternativas. Procure brechós, sites de compras coletivas ou sites em que pessoas vendem as coisas que já não usam mais. É possível encontrar muita coisa de alta qualidade.

Tenha sempre em mente que a regra deve ser: não compre o que você não pode pagar. A não ser que esta compra seja feita de forma planejada, é claro. Por exemplo, você já reservou durante meses o dinheiro para isto, ou então retirou de um investimento.

Contrair dívidas pode ser o maior inimigo de sua saúde financeira. Por isso, seu objetivo deve ser evitá-las.

5. Anote os gastos diariamente

Para ter uma análise fiel das despesas, anote todos os gastos diariamente na planilha que você criou ou no aplicativo de sua escolha. Talvez o problema de seu orçamento esteja nos pequenos gastos do seu dia-a-dia, já que geralmente eles recebem menos atenção.

Para não deixar nenhum passar em branco, sempre pegue sua via do cartão ou anote em um bloco de notas – em papel ou em seu celular. Assim você saberá exatamente seus hábitos de consumo e poderá, se preciso, enquadrá-los à sua realidade.

6. Quite suas dívidas

Organize suas dívidas seguindo os seguintes critérios: o quanto deve em valores atualizados, as mais caras, as mais antigas e as que possuem os juros mais altos (e por isso aumentam de valor rapidamente).

Agora, separe aproximadamente 15% de sua renda para negociá-las e quitá-las. Com este valor em mente, procure seu credor e faça uma proposta. O ideal é pagar todas o mais rápido possível para que deixem de crescer com os juros.

Hoje, isso pode ser feito rapidamente por meio de plataformas online, de forma discreta e muito simples. Você envia a proposta e o site, então fará a mediação com o credor para logo terem um acordo. A própria plataforma gera o novo boleto para que você pague o combinado.

7. Se planeje

Agora será possível se planejar. Você sabe exatamente o quanto pode guardar por mês ou investir para conquistar os seus objetivos, seja ele o sonho da casa própria ou uma viagem especial de final de ano. Com controle financeiro, você não vai deixar nenhum gasto inadequado atrapalhar seus planos.

Crie metas, sonhe mais alto. Tenha metas a curto prazo, como viagens, e a longo também. Assim, será mais fácil manter a disciplina. Afinal, manter as finanças no verde não tem preço. Cortar gastos é necessário para ter uma vida financeira mais saudável!

Nossas dicas te ajudaram? Deixe seu comentário.


Posts Relacionados


  Subscribe  
Notify of
NEUSA MARIA MARQUES
Visitante

Obrigada pelas Dicas. Vou planejar melhor meus gastos para eliminar de vez os gastos desnecessários.
Colocar minha vida financeira em ordem será meu foco.